Curitiba – Ponta Grossa via Estrada do Cerne

By , 25 de July de 2010 21:39

Passado um ano e reeditado o pedal e hoje chamado de Cerne II, partimos para mais uma aventura este fim de semana. Sair de Curitiba e ir até Ponta Grossa pela estrada do Cerne, reeditado pois o primeiro foi com destino a cidade de Castro, e novamente contendo 12 pedaleiros, mas infelizmente não podemos contar com a presença dos colegas de pedal que juntos idealizaram este e o primeiro pedal Du e Rodrigo Stulzer, mas o Pedaleiro estava :)

Foto de Luiz

Saímos do Barigui por volta da 06:00 da manhã; Eu, Renato Pedaleiro, Rafael Gassner, Luiz Oliveira, Mildo, Daniel, Lulis, Arce, Rafael Sartori, Mr. Heil, Fabio, Maurilio; Estava bem escuro ainda mas pelo menos não tão frio, quando iniciamos o pedal e a primeira parada seria em Bateias para reagrupar todos e alguns tomarem seus cafés da manhã. Até ai tranquilo, mas depois o asfalto logo acaba e vem a estrada de chão com vários sobe e desce até chegar na parte mais baixa, o Rio Açungui com sua impressionante altitude de 585 metros do nível do mar. Aqui mais uma parada e reagrupamento da turma, ok! estamos em 11! falta um… cadê o XTR (Maurilio); Vamos as primeiras considerações: XTR, O Mildo logo que viu a bicicleta dele ficou admirado por possuir o grupo completo XTR, Quadro em fibra de Carbono e Rodas Mavic Crossmax SLX, e a partir dai ficou apelidado de “XTR”. Voltando ao assunto, o cara simplesmente pedalava mais que todo mundo junto, parecia que estava de speed só que sem a speed e sem o asfalto, enfim, partimos em 11 mesmo para Ponta Grossa. Depois do Rio Açungui começa uma subida bem puxada, na verdade várias subidas bem puxadas e intermináveis, mas todos sobreviveram, inclusive eu que pouco tenho andado de bicicleta e estou bem destreinado.

Foto de Luiz

Lá no topo da subida tem um bar conhecido como Bar do Nei, somente aqui fui ver a cara do nosso amigo “XTR”, aqui paramos para comer, teoricamente seria o almoço, agora o desaparecido era o Fábio que não viu o pessoal pegar a entrada para o bar e passou reto.

Maurilio "XTR"

Alguns acharam que o pior já tinha passado e realmente o pior já tinha passado, agora vinha o pior de todos e muito mais subidas e cada vez mais frio. Alguns ficaram para trás e outros distanciaram-se e o XTR? sumiu novamente, conta a lenda que pedalava ao lado do Gassner e subia os paredões e descia para acompanhar o pessoal até chegar a hora também não viram mais.

Foto Daniel

Em meio ao cansaço e vários morros encontramos o Rafael Gassner e o Fábio em uma mercearia onde acabamos esperando todo o resto do pessoal menos o XTR. Saímos para uma parada na Pedra Grande e outra nas Dolinas-Gémeas, acabamos passando a entrada de acesso a Pedra Grande e por acaso achamos a trilha para as Dolinas, ventava muito forte, mas valeu as fotos.

Mais a frente começava o asfalto onde é conhecida como a rodovia do Talco. Logo em seguida encontrei o Rafael e o Luiz parados pois o Luiz tinha quebrado a corrente mas já tinha consertado, após todos juntos apareceu o XTR vindo de Ponta Grossa, que loucura, não!! saindo de mansinho escuto um FUDEUUU!!! bem alto, o Luiz tinha desta vez quebrado cambio, gancheira, faltando 20km para chegar em Ponta Grossa.

Foto de Luiz

A principio pegaríamos a van lá e voltaria para resgatar o bicho, Lulis e Fábio que tinham ficado com ele, mas em quanto guardavam as bikes na van, o Mildo recebeu uma ligação de que eles estavam vindo no pedal mesmo :-O o Fábio deu uma de MacGyver e o Luiz chegou em Ponta Grossa com apenas uma marcha.

Pedal pesado, fechei com 130 km, média de 17.4 km/h e 2500 de subidas acumulada tudo isso em 12 horas de pedal.

Fotos:

Outros Relatos:

9 Responses to “Curitiba – Ponta Grossa via Estrada do Cerne”

  1. Luiz says:

    Bela descrição da bike do XTR, ou melhor, Maurílio. Olhando as rodas no site, como elas são bonitas! Será que se eu colocar uma dessas ando mais rápido?

  2. daguvasco says:

    Excelente pedal…
    Valeu pela companhia e principalmente pela paciencia rs
    aquele

  3. Renato says:

    Li o seu relato ouvindo a #sade. Só podia ser o Mildo.

    Valeu a companhia, Fabrício. Estaremos no próximo!

  4. Lulis says:

    Valeu pelo grande pedal, grande Fsfs!
    Agora quero ver sair o pedal do saci! =)

  5. Muito legal o relato Fabricio, pelo menos alguém explicou a história do XTR :-)

    Abraços!
    Rodrigo Stulzer
    transpirando.com

  6. Mildo says:

    issoe bundica,, pedalzao daqueles,, vamos descobriri o que o xtr anda tomando,, hahahahahahhaha

    sorrindo man!!!

    mooooooooooooooove

  7. Heil says:

    Se ganhar na Mega-Sena, primeira providência. Obra de benemerência: distribuir um kit XTR para todos os participantes do Cerne II. Na próxima estaremos mais equilibrados. Foi um pazer pedalar com o grupo.

  8. du says:

    Fs²!
    Vô te contar em segredo mas fica entre nós (e todos os leitores do blog, e toda a web). O Roteiro do Cerne 2011 já está na versão beta, agora é só esperar passar uma gestação e + 3 meses e estaremos lá!
    Abraços e parabéns por mais essa conquista.

  9. [...] Mais relatos: Por Que? (Luiz, bixo), do Daniel Pedal Fodax Cerne ll, do Mildo Ctba / Ponta Grossa – Estrada do Cerne, do Fabrício Curitiba – Ponta Grossa via Estrada do Cerne. [...]

Leave a Reply

Panorama Theme by Themocracy