Posts com a tag:Cicloativismo

Binários!! Chegou a vez de São José dos Pinhais

Por , 3 de dezembro de 2010 18:03

Se já não bastece Curitiba com seus binários, chegou a vez de São José dos Pinhais entrar na onda dos binários e transformar algumas das ruas que eram tranquilas em vias expressas, e o pior é que existem vias antigas e largas onde fizeram duas faixas que provavelmente será fluxo de caminhões “oversize” e não adicionaram uma única ciclo-faixa. Lamentável.

Confira as mudanças no trânsito do centro de São José dos Pinhais

A prefeitura de São José dos Pinhais começa a implantar um pacote de diversas mudanças no trânsito do centro da cidade. Desde o dia 22 de novembro, inicia a implementação do binário Tenente-Barão. A primeira etapa foi na Rua Tenente Djalma Dutra que passou a ter sentido único em direção à Colônia Rio Grande. No dia 29 de novembro, o binário foi efetivado com a alteração do sentido da Rua Barão do Cerro Azul, que fica com o sentido à BR-376. As modificações têm o objetivo de melhorar a circulação do trânsito e evitar congestionamentos principalmente nos horários de pico. Para orientar os motoristas, guardas municipais e agendes do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) estarão em todas as esquinas da via durante uma semana.

“Nos últimos 10 anos, o número de carros em São José dos Pinhais aumentou três vezes, sem contar a frota flutuante, pela proximidade com Curitiba. Por isso, estamos adequando a cidade já pensando no futuro, para reduzir problemas a longo prazo, trazendo mais segurança, fluidez e diminuição no tempo de percurso”, disse o prefeito Ivan Rodrigues.

O diretor do Demutran, Eduardo Camargo Umbria, pede para que os motoristas tenham atenção e cuidado nos primeiros dias. “É muito comum vermos pessoas andando no sentido inverso, ou em situações que ofereçam risco”, disse. Umbria explica também que as mudanças serão em etapas para garantir a segurança dos agentes de trânsito e também pelo grande número de linhas de ônibus que passam pelo local.

O novo binário faz parte de um pacote para melhorar o sistema viário da região central que será concluído em janeiro de 2011. A cada semana, uma rua mudará de sentido. Além da orientação dos agentes de trânsito, a prefeitura instalou diversas faixas e placas que alertam sobre as modificações. O Demutran também alerta que as mudanças no sentido das ruas podem ter o calendário alterado dependendo do tempo de adaptação dos motoristas, além das condições meteorológicas.”

• Dia 22/11 – Rua tenente Djalma Dutra passa a ter sentido único entre a Avenida Rocha Pombo e a Avenida Francisco Dal’ Negro com sentido para a Colônia Rio Grande.

• Dia 29/11 – Rua Barão do Cerro Azul passa a ter sentido único entre a Avenida Francisco Dal’Negro e a BR-376, com sentido para a BR. Completando o binário Tenente-Barão

• Dia 06/12 – Rua Marechal Deodoro da Fonseca fica com sentido único entre as Ruas Margarida de Araújo Franco e Benjamin Claudino Ferreira, com o sentido para a Benjamin Claudino Ferreira.

• Dia 13/12 – Rua Ângelo Cordeiro fica com sentido único entre as ruas Veríssimo Marques e Joinville, no sentido desta última.

• Dia 16/12 – Rua Alcídio Viana passa a ter sentido único entre as Ruas Joinveille e Dona Izabel, A Redentora, no sentido da Dona Izabel, A Redentora.

• Dia 16/12 – Rua Wilson Luciano Vion fica com mão-única entre as Rua XV de Novembro e a Avenida das Torres no sentido da Avenida das Torres.

• Dia 20/12 – Rua General Catão Menna Barreto Monclaro terá sentido único entre as Ruas Visconde do Rio Branco e Joinville. O sentido será para a rua Joinville.

• Janeiro 2011 – Inversão do sentido de fluxo das Ruas Veríssimo Marques; Visconde do Rio Branco; Passos de Oliveira; Dona Izabel, A Redentora; e Voluntários da Pátria.

Fonte: Prefeitura de São José dos Pinhais

Desrespeito

Por , 24 de junho de 2010 17:55

Este vídeo foi postado pelo Flávio Gomes e compartilhado pelo Pedaleiro via Reader, mas achei tão indignante a atitude dos motoristas e inclusive um policial militar que deveria estar dando o exemplo tenha uma atitude daquelas. É lamentável Brasilsilsisil!!!

Revolução do Automóvel

Por , 25 de fevereiro de 2010 22:57

No início do século XX, os automóveis eram caros, difíceis de dirigir e funcionavam precariamente. Então, criei uma fábrica moderna que produziu um carro simples, acessível e fácil de usar. O resultado, você sabe. A indústria automobilística
explodiu no mundo inteiro, o que mudou o desenho das cidades, até chegarmos à situação em que nos encontramos, com emissoras de rádio dedicadas somente a noticiar o trânsito.
Um tanto por culpa e outro tanto porque sou engenhoso mesmo, pensei num novo produto que vai revolucionar mais uma vez a maneira como vivemos. Ao contrário do que você possa imaginar, não se trata de nada que corteje o discurso da energia sustentável e renovável. Aliás, minha invenção mal precisará de uma energia motora. A gênese da minha ideia é muito simples: parece-me um contrassenso produzir carros cada vez mais potentes, cada vez mais velozes e furiosos, se mal conseguimos engatar a segunda. Não faz sentido imaginar carros com cada vez mais equipamentos de navegação se é difícil chegar à esquina.
A maioria dos carros que andam nas hipercidades são projetados para coisas que eles não podem fazer: mexerem-se.
Foi só juntar um mais um para perceber que precisamos mesmo é de um carro para ficar parado. Isso mesmo. Já estava na hora de lançar o autoimóvel.

Num só projeto, resolvemos os problemas do déficit habitacional e o de trânsito. Esses novos bólides viriam equipados com o que interessa: cama, fogareiro e banheiro químico. O resto do que você precisa tem num celular. Milhões de pessoas finalmente poderiam morar perto do trabalho (caso tivessem a sorte de ficarem num engarrafamento perto dele). O autoimóvel iria promover uma redução de impostos. O IPVA e o IPTU seriam integrados. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias também não faria sentido . Tiraríamos pessoas da economia informal. Os flanelinhas seriam promovidos a zeladores. Os ambulantes passariam para o mercado de delivery. Os carros maiores, do tipo SVU, poderiam ser convertidos em área de lazer coletiva, como as praças. Diminuiríamos diferenças sociais entre os bairros. Autoimóveis populares poderiam ser vizinhos de uma perua de luxo.
Um dos efeitos colaterais seria uma inevitável mistura de apelos publicitários praticados pelas indústrias da construção e da automobilística. Já imagino até um anúncio: “Venha morar nas Vivendas do Sedan, motor 0.0, design arrojado, espaço gourmet, o carro mais espaçoso da categoria, parado ali no coração do engarrafamento que mais cresce na Zona Sul”.
O Autoimóvel é uma ideia boa e necessária. E que tem mercado garantido. Pois já nasce com o apoio incondicional das autoridades que estão sempre a fazer túneis, viadutos e outros estímulos para entupir as ruas.

Achei no Blog do Ford

Ciclocidade – São Paulo

Por , 25 de novembro de 2009 19:08

http://www.ciclocidade.org/

Acontece hoje em São Paulo o ato de fundação da Ciclocidade. Como diz no próprio convide: “A ciclocidade pretende ser a voz de quem utiliza ou gostaria de utilizar a bicicleta no cotidiano, atuando na defesa do interesse dos ciclistas e na promoção do uso deste veículo na região metropolitana.”

A iniciativa partiu de um grupo de ciclistas blogueiros de São Paulo e pretende ajudar a construir comunidades vivas e solidárias no território urbano, economizando recursos naturais cada vez mais escassos e promovendo a saúde e o bem-estar.

Para quem estivar em Sampa, passa lá!

Para maiores informações acesse: http://www.ciclocidade.org/

Contrastes

Por , 22 de outubro de 2009 22:08

Hoje andando pela cidade de Curitiba deparei-me com uma cena inusitada. Uma rua com 12 radares em menos de 200 metros.

Em uma cidade que se diz ser verde, acho que na verdade estão tentando contornar uma situação que eles mesmos criaram, com alargamento das ruas, transformando ruas e avenidas da cidade em pistas de corrida. o aumento da frota de carros e de motoristas cada vez mais despreparados, ou será menos preparados e conscientes. Novos investimentos $$ em radares para tentar tornar um pouco mais segura as vias por onde andamos.

Infelizmente o modesto plano cicloviário fica em segundo plano…

O local dos radares fica na Av. Dr. Dario Lopes dos Santos, após o viaduto do Capanema.
Exibir mapa ampliado

Panorama Theme by Themocracy