Posts com a tag:Tijucas do Sul

Quiriri – O retorno

Por , 5 de agosto de 2013 0:33

Passados 4 anos da subida extenuante do Quiriri, cá estou eu novamente a percorrer as estrada sinuosa até o cume do Quiriri em Santa Catarina.

Não tire nada além de fotos;
Não deixe nada além de pegadas;
Não leve nada além das recordações;
Não mate nada, a não ser o tempo.

Faz algum tempo que planejava voltar ao Quiriri, mas com algumas variantes o planejado vai ficando de lado, o Luiz também estava com o Quiriri em sua lista de pendências, até que essa semana batemos o martelo e decidimos encarar e ir de vez. Contamos com ajuda do Marcos que uma semana antes esteve no Quiriri e sem preguiça seguiu conosco até lá novamente, Gerson também de Tijucas nos acompanhou e complementou o trajeto com algumas histórias e dados demográficos da ragião.

Iniciamos o pedal por volta das nove da manhã com um céu extremamente limpo e azul e campos verdes, estrada boa e ritmo muito, praticamente só descida até a divida de estados e entrada no chamado “Campos do Quiriri”

20130803_094530

20130803_100418

Logo em seguida o caminho já começa a subir um pouco o morro fica bem visível a frente o relógio marcava 10:40 e o sol começava a castigar, uma parada rápida no mesmo local que tentamos aquecer um frango quatro anos antes, mas dessa vez foi uma parada rápida, aplicar óleo na corrente e um pouco de protetor solar para ai sim, iniciar a subida que em certos momentos indicou 26% de inclinação, mas segundo o Luiz chegou a 30%. Várias paradas para recuperar o folego, empurrar um pouco, até o ponto onde estourou 2 raios da roda traseira, já com 1280 metros, parte tensa, resolvi que nas partes mais inclinadas iria empurrar para evitar novas quebras…

Depois do sofrimento vem a vista exuberante dos morros do Quiriri – Um pouco mais de subida e chegamos no morro das antenas, o GPS marcava 1415 metros de elevação e o vento um forte. Uma pausa para apreciação do visual, era possível avistar Joinville.

Foto - Luiz

Foto – Luiz

Gerson e Joinville ao fundo

Gerson e Joinville ao fundo

Vento esfriando, meta cumprida, hora de voltar – e mais dois raios quebrados e o cuidado pra não detonar o resto da roda, a descida fez os discos ficaram azulados, bom depois da descida voltamos por outro caminho com teoricamente menos subidas, e sim tinha menos subidas, mas o cansaço bateu forte e nos últimos quilômetros estava capa da gaita, ao chagar em frente da casa no Marcos levei um tempo para recuperar o ânimo e um pouco das forças.

Eu, Luiz, Gerson e Marcos  -  Fotos Gerson

Eu, Luiz, Gerson e Marcos –
Fotos Gerson

Pedal realmente pesado, como há muito tempo não fazia um desses, 72 Km e 2041 metros de altmetria acumulada – Track aqui

Relembrando: Tijucas do Sul – Agudos do Sul – Serra do Francisca

Por , 30 de abril de 2013 9:59

Saindo de São José dos Pinhais pela BR 376 até Tijucas do Sul e depois por estradas rurais de Tijucas do Sul, Agudos do Sul, Bateias de Baixo, Campo Alegre, Serra Dona Francisca e Joinville. Parceiros Mildo e Tui com 166,30 quilometros.

Agudos do Sul

Agudos do Sul

Agudos do Sul

Agudos do Sul

Outras fotos: São José dos Pinhais – Serra Dona Francisca 10/10/09

Contenda – Tijucas do Sul

Por , 19 de setembro de 2010 18:16

Comecei a semana com um pedal sem destino (segunda dia 13), a principio iria até a Contenda e depois decidiria o que fazer. Chegando em frente a igreja da Contenda peguei a estrada que leva até o Rio de Una e como já conhecia as estradinha ali perto resolvi seguir por uma que até então não havia pedalado antes, após verificar no GPS vi que sai em Tijucas do Sul.

Estradinha um tanto bucólica e com trechos bem bonitos, a partir de Rio de Una ela tem uns 5 quilômetros de asfalto e depois é estrada de terra até a estrada de acesso a Tijucas do Sul. Mas durante a ida, percebi que minha média estava muito alta, e após algumas verificações rápidas notei que o vento estava muito forte no sentido norte-sul e isso com certeza seria um problema para mais tarde.

Alguém sabe o que é um Eremitério? Pois bem, existe um a caminho de Tijucas, mas não parei para uma visita aos eremitas de plantão :).

Após chegar na rodovia de acesso a Tijucas comecei a sentir um pouco de fome e percebi que tinha esquecido o dinheiro em casa assim como os documentos também. Nesta circunstâncias segui direto para casa, mas o vento que antes tinha contribuindo bastante para aumentar minha velocidade média agora estava atrapalhando e muito a volta para casa, a água acabou rapidinho e fui obrigado a parar em um posto onde tinha água geladinha e de graça disponível para os caminhoneiros. Mas o problema do problema do vento permanecia, mais a frente parei no SAU da 376 e fui direto para um copo de café com bastante açúcar que é oferecido de graça, isso sim ajudou a combater o vento e encarar mais 25 quilômetros até em casa.
Fechei com 75.5 quilômetros e média de 22.7 km/h e 3 horas e 20 minutos pedalando.

Panorama Theme by Themocracy